Inflamação nos ouvidos Causas: Fungos, bactérias ou sarna. Sintomas: Coceira, inclinação da cabeça e secreção escura com cheiro ruim. o animal chacoalha a cabeça com frequência. contágio: De um bicho para outro. como evitar: Proteja os ouvidos do animal no banho e limpe-os sempre. tratamento: Medicamento indicado por um veterinário. Dermatofitose Causa: Fungos. sintomas: Lesões redondas e sem pelos. pode coçar ou não. contágio: Contato com animais ou humanos contaminados. como evitar: Dê ao animal ração de qualidade. seque bem o pelo e a pele, toda vez que o bicho tomar banho ou se molhar. tratamento: Indicado pelo veterinário. Giardíase Causa: Infecção provocada por um parasita no intestino e no estômago. sintomas: Dor de barriga e fezes moles, às vezes esverdeadas e de cheiro forte. contágio: Por contato com pessoas contaminadas ou ingestão dos parasitas. como evitar: Afaste seu animal dos agentes de contágio. tratamento: Remédio antiparasitário Gastrenterites Causas: Vírus, bactéria e intoxicação. sintomas: Diarreia com ou sem vômito. contágio: Vermes ou ração contaminada. como evitar: Cheque a validade da ração, guarde-a em local seco e não deixe que seu cão tenha acesso ao lixo. tratamento: Jejum de ração por um dia. em casos mais graves, internação e antibióticos são necessários. Problemas de pele Causas: Sarna e alergias. sintomas: Coceira, queda de pelos e manchas vermelhas na pele. contágio: Há dois tipos de sarna: a demodécica, que é genética, e a sarcóptica, transmitida por contato com animais ou humanos contaminados. já as alergias podem ser causadas por pulgas, pólen, mofo, grama, alimentos, fumaça, etc... como evitar: Afaste-o de pessoas ou bichos contaminados e não o estresse. tratamento: Banhos e vacinas. Tosse dos canis Causa: Virose. sintomas: Febre, apatia, falta de apetite, tosse seca, ânsia de vômito. contágio: Por cães contaminados. como evitar: Não deixe seu cão em locais úmidos ou sujeitos a mudanças bruscas de temperatura. e mantenha-o longe de animais contaminados. tratamento: Antibiótico. Erliquiose A erliquiose canina é uma importante doença infecciosa cuja prevalência tem aumentado significativamente em várias regiões do Brasil. É transmitida pelo carrapato Rhipicephalus sanguineus, e tem como agente etiológico a Erhlichia canis. os sinais clínicos observados são conseqüência da resposta imunológica face à infecção. de acordo com estes sinais clínicos e patológicos, a doença pode ser dividida em três fases: aguda, sub-aguda e crônica. o sucesso do tratamento depende de um diagnóstico precoce. varias drogas são utilizadas no tratamento da erliquiose sendo que a doxiciclina é o antibiótico de escolha no tratamento desta infecção. Verminose O controle dos parasitas intestinais é muito importante, pois além de preservar a saúde dos filhotes, preserva a saúde da sua família. muitos desses parasitas causam doenças nos seres humanos, ou seja, são zoonoses. Existe alguma indicação de que seu cão esteja com verminoses e protozooses? Pelagem fosca sem brilho e com falhas; diarréias com muco e/ou sangue; pequenas lesões no ventre; emagrecimento e inapetência; hábito de comer fezes e roer paredes; arrastar parte traseira do corpo no chão; secreções oculares; vômitos, em casos mais graves. Por tudo isso, após o resultado do exame, siga corretamente as indicações prescritas pelo médico veterinário. assim, você garantirá a saúde do filhote e de sua família.
Leia também:
Blogs com notícias similares:

Atualizado 3 horas atrás.

Por Cachorrosblogs em Animais desde 10/01/2011

http://cachorrosblogs.dihitt.com CachorrosBlogs

E um espaço para compartilharmos posts, fotos, videos e demais temas ealacionados a este maravilhoso amigo e fiel companheiro.

Ranking 2114º
Sua opinião: