Pensando esses dias cheguei a conclusão de que o hábito de se fazer de vítima, coitadinho, algoz é uma das piores coisas que uma pessoa pode fazer a ela mesma. A auto-piedade gera uma cegueira descomunal nas pessoas, a pessoa praticamente se anula.

Quando não conseguimos enxergar nossas próprias sombras e damos um jeito de ficar colocando a culpa em várias outras coisas ou pessoas, perdemos a chance de enxergar em nós mesmos aquilo que estamos fazendo de errado, e aí perdemos a chance de crescer.


Você não deve se culpar sempre por tudo, pois isso também é péssimo, mas sempre que ocorrer algo ruim, por pior que seja, pare e reflita: qual é a minha parcela de culpa nisso tudo?

Conviver com pessoas que se fazem de vítima é extremamente difícil, pelo menos para mim. Acredito que muito desse comportamento vem da criação que a pessoa teve.

Uma pessoa que se faz de vítima nunca vai conseguir extrair o seu máximo, nunca encontrará seu poder pessoal, ao menos que um dia assuma essa sombra e trabalhe para ser uma pessoa melhor.

Leia também:
Blogs com notícias similares:

Atualizado 37 minutos atrás.

Por Sobral em Diversos desde 23/03/2012

http://sobral24horas.dihitt.com sobral 24 horas

Notícias de Sobral, do Brasil e do Mundo.

Ranking 1184º

Atualizado 5 horas atrás.

Por Francisco em Diversos desde 09/02/2013

http://domexpedito.dihitt.com Sobral

Notícias em Geral

Ranking 1739º

Atualizado 4 dias atrás.

Por Soraya em Diversos desde 18/02/2011

http://sorayammardihittcombr.dihitt.com SORAYA E CIA

Fala sobre ciência, religião, saúde, educação, moda, mistérios, curiosidades de um modo geral.

Ranking 1119º
Sua opinião:
comentou em 20/03/2011 12:48
Oi Paulinho querido!
Bela mensagem!
Também me cansa muito ver pessoas que são vítimas de si mesmas!
Todos nós, sem exceção, temos problemas, mas a questão é como cada um os resolve. Acredito que é sempre mais fácil buscarmos as culpas e os culpados do que olhar bem no próprio interior e fazer uma análise onde está, de fato, o desequilíbrio.
Agora, meu querido, vamos combinar que tem pessoas, também, que não têm o menor "semancol" e vivem provocando às outras! Tem pessoas que confunde brincadeiras com grosserias o maus tratos... Há também que ter um limite para tudo e lembrar que o respeito deve sempre prevalecer.
Você sabe que sou da paz, que não gosto de brigas e nem de reclamações... Se eu fosse usar as páginas disponíveis apenas para relatar os meus problemas e nelas escrever a minha lista de reclamações, não faria outra coisa na vida! Portanto, acho que se cada um cuidar da sua vida e administrar os seus problemas, já estará fazendo um bem enorme a si e à toda humanidade! E as pessoas, de um modo geral, se aprenderem a respeitar às outras, também estarão contribuindo muito!
Grande beijo,
Jackie
Grande JACKIE em letras maiuscula,por que voce alem de ser uma grande pessoa diz a verdade sem ofender ningum e vc esta correta na sua analise,mas sempre vamos encontrar aquela meia duzia de 6 pra torrar a paciencia,bjao.
comentou em 20/03/2011 13:09
É igual uns aqui no site que pra bloquear alguém do perfil ou se excluir tem a audacia de postar uma matéria,
só para as pessoas entrarem e comentar e chama-las de coitadinhas e dar conselhos, querendo se aparecer, tipo aquelas pessoas que vai dar uma esmola e usa e megafone para anunciar o que está fazendo,
haja paciência pra umas malas dessas!!!!
affffff
Tem uma meia duzia que adora bancar a vitima.
Fala, Paulinho!

Oh, meu amigo, taí um post motivo de reverências mil da minha parte!
Fique com o ego todo prosa porque digo que este é, sem dúvida, o melhor post seu que eu tenha lido por aqui!
Assim, não tolero o estilo 'Oh, como eu sofro!' de algumas pessoas que conheço...
Caraca! As pessoas não sabem que TODO MUNDO sofre, dessa ou daquela maneira (ou está sujeito a tal) aqui no Planeta Terra?
Sofrimento é inerente à natureza humana porque não há contentamento total, o que resulta em dor, física ou emocional.
Pedir ajuda ao semelhante é digno e edificante, mas lamuriar, 'alugar' o ouvido alheio com suas misérias, aí já é outra coisa!
Portanto, aceito e ratifico tudo o que você escreveu!!!!

Um forte abraço,
Mary:)
GRAMDE MARY,a mulher que escreve com alma e coração,sua palavras sempre sao sabias e coerentes´,estou 1000000000000% de acordo com vc,bjao.
comentou em 20/03/2011 16:10
OLá meu querido amigo Paulinho !!!

Ah meu amigo, quem não tem problemas, não é mesmo ??Todos nós temos !!! Imagina se esta moda pega de todos ficarem colocando em público que o marido arrotou na mesa, que o filho fez pirraça , que tá desempreago, que foi pro Spc, que a mãe tá doente, que o vizinho faz barulho,, que o Governo tá ruim, etc e tal, aí vai ficar impraticável, e outra, não resolve nada ficar resmungando por aí, muito menos em público. Só enche o saco alheio mesmo.
Mas tem gente que gosta de fazer isso pra chamar a atenção, pois de outra forma , ficam esquecidas... mas quando estão se fazendo de vítimas, sempre tem uma alma boa que lhes dá carinho, atenção, etc.
Se choramingar adiantasse, eu seria a primeira a fazê-lo, mas não adianta nada, só serve pra isso mesmo, ganhar colinho.
Eu não tenho muita paciência pra gente assim não, a vida é dura mesmo, tem que ser forte pra seguir em frente, e ainda por cima ter consciência para aprender com os problemas e conseguir mesmo assim aproveitar o que a vida tem de bom !
se formos dar atenção só aos problemas, vamos morrer sem ter aproveitado nada !
Vamos deixar de frescurite e aguentar o tranco !
Este tipo de conduta só afasta as pessoas de qualidade da nossa vida, pois uma hora eles cansam de nós se ficamos sempre de cabeça baixa, reclamando do que é inevitável : problemas no dia a dia.
Eu tô correndo de gente assim, já tenho muitas coisas pra resolver ao invés de ficar me preocupando com quem não arregaça as mangas e só fica dissecando o que é ruim.
Se for o caso , seria bom procurar ajuda profissional, eu mesma quando não conseguia mais dar conta das coisas, procurei e ajudou muito.
Gostei muito da sua postagem !
Um abração e boa semana !!!
Grande Samy,vc é uma das pessoas mais sensata do dihitt,vc disse tudo,bjao.
comentou em 20/03/2011 17:45
Boa postagem Paulinho, tem pessoas de todo tipo!

Abraços
respondeu em 20/03/2011 17:52
Nenhum de nós somos santos e na vida nem tudo é lindo e maravilhoso. Precisamos aprender a conviver uns com os outros em paz.
Santo nem de longe ninguem é,abços.
comentou em 20/03/2011 18:54
Como eu já escutei de um paciente assim: "pessoas são pessoas". Sabe o analista está lá para isso, como ele é caro então o geito é apelar para quem está por perto. rsrsrs

Tô brincando, mas a coisa é séria, Paulinho gostei muito de seu artigo suscinto, claro e objetivo. Muito bom, o tratamento destas pessoas em especial é muito lento e exige muito do profissional, fazer alguém com este problema enchergar que não está sozinha no mundo em termos de problemas ou na resolução deles é difícil. Se fazem de vítimas, são inseguras e com isso se tornam incapazes. É terrível. Pronto falou a psicóloga! rsrsrs

Olha só você fecha com chave de ouro quando diz:"Uma pessoa que se faz de vítima nunca vai conseguir extrair o seu máximo, nunca encontrará seu poder pessoal"

Beijos!
Oi Daniele,é isso mesmo que voce disse,de acordo sempre com vc,bjao.
comentou em 21/03/2011 06:33
Oi Paulinho,
Eu já conhecia esse texto, mas vale a pena reler, porque a mensagem que transmite é mesmo muito boa.
As pessoas que se passam por coitadinhas o tempo todo são cansativas mesmo, mas o desabafo de um amigo vez por outra é totalmente tolerável. Eu mesma não sou esse tipo coitadinha, mas houve momentos na minha vida em que precisei de um colo e recebi. Sendo assim, eu não me importo de ouvir com respeito o desabafo de um amigo (quando isso é hábito é outra coisa), acho que é preciso olhar os outros com um pouco mais de benevolência – sabe aquela história de fazer para os outros aquilo que eu gostaria que me fizessem? Eu me lembro que você mesmo uma vez publicou um post sobre ter sido mal atendido num posto de saúde, não foi? Eu não fiquei irritada com seu post porque você não é o coitadinho, mas apenas naquele momento precisava desabafar.
Mas a vida é assim mesmo, há uma grande variedade de pessoas e é bastante saudável analisar e escolher os amigos que queremos ter. Isso é natural. Aqui na rede isso é até mais fácil de resolver do que na vida real, pois é só bloquear. É muito melhor fazer isso do que sair por aí desrespeitando quem pensa diferente.
Eu sei que você e eu interagimos pouquíssimas vezes, por isso agradeço sua atenção em me ouvir e peço licença para dizer algo que vem de meu coração:
Paulinho, seu bom humor é único e impagável, não o perca, amigo, pois ao resvalar por outros caminhos você pode se magoar e magoar os outros. Pense em como é bom você ser o cara dos posts divertidos, trazendo alegrias e não provocações. Por falar nisso, estou com saudades das suas homenagens hilárias!
É isso aí amigo, espero, sinceramente, poder acessar e encontrar o Paulinho que eu conheci quando entrei nesta comunidade.
Mais uma vez, obrigada por me ouvir.
Abraço carinhoso
Grande Cleide é uma honrra ter voce por aqui mas o que vc disse esta correto,pessoas sao pessoas cada uma com o seu jeito,bjao no coração.