Mais um recém-nascido foi encontrado em um terreno baldio na Grande Belém. Ontem pela manhã, a dona de casa Maria Ângela Reis Picanço, de 57 anos, ouviu o choro da menina numa área com mato e lixo nos fundos do terreno da casa dela, na quadra 8, do Conjunto Verdejante I, em Águas Lindas. A criança foi encontrada por volta das 9h30, chorando muito e com marcas de ferrada de formigas. Em seguida a menina foi encaminhada pela moradora e Corpo de Bombeiros à Unidade Municipal de Saúde de Águas Lindas. De lá, a bebê seguiu para o Hospital da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará. Este é o sexto caso de abandono registrado nos últimos seis meses no Estado.

A bebê está em bom estado de saúde, sem risco de morte. A princípio, a criança deverá ficar na Santa Casa entre sete e 14 dias. Durante esse tempo, vai passar por exames detalhados para que seja diagnosticado se há alguma doença e, nesse caso, será feita a terapia adequada. Após esse período, caso a Justiça não determine a guarda para alguma família, a bebê será levada para um abrigo do Governo do Estado. Segundo a médica Helena Reis, gerente de neonatologia, a bebê foi acolhida com um banho morno para limpeza de pele e se alimentou bem com o leite do banco do hospital. Foi atestado que a criança faz, hoje, três dias de vida. Ontem, estava com 2,44 quilos e 47 centímetros.

Ainda consternada pela notícia do abandono de uma criança na ocupação Nova Esperança, em Ananindeua, Maria Ângela Reis não esperava encontrar uma recém-nascida quando abriu uma sacola plástica e um pacote feito com lona de guarda-chuva. "Eu quero criar essa criança. O meu marido já sugeriu até um nome para ela: Vitória", afirmou a dona de casa, casada com José de Oliveira Reis, 65 anos.

"Eu estava em casa, sentada no sofá da casa, e ouvi um choro de criança. Eu fiquei assustada porque sabia que na vizinhança não tinha nenhuma mulher grávida. Então, fui seguindo o choro e cheguei até os fundos da casa. Abri a porta e, então, vi um embrulho. Era a criança enrolada num saco plástico. Ela estava com a cabecinha forrada com uma blusa (vermelha) e o restante do corpo estava numa sombrinha (cobertura de guarda-chuva).

ABANDONADOS PELAS MÃES.


3/11/2010 - Uma mulher entregou um bebê com um dia de vida ao Conselho Tutelar da Marambaia, informando tê-lo encontrado em um ponto de ônibus. No dia seguinte, Elisabeth Carvalho, 23 anos confessou ser a mãe da criança.

25/12/201 - Na noite de Natal, uma criança: foi encontrada em um quintal, dentro de um saco plástico, na travessa Mauriti, bairro da Pedreira. O dono da residência acionou uma ambulância depois de ouvir o choro da criança. Elinalra Nascimento dos Santos, que confessou ter jogado o filho por cima de um muro de 2 metros de altura, responde a um inquérito policial por abandono de incapaz, lesão corporal e tentativa de homicídio. Em depoimento preliminar, a mãe disse que a gravidez foi escondida da família e que ela mesma havia feito o parto sem acompanhamento médico.

28/12/2011 - Em Redenção, um bebê com menos de três meses de vida foi encontrado desnutrido, usando apenas fraldas e dormindo em escadaria no terminal rodoviário da cidade. Ele foi encontrado por volta das 14 horas, numa escadaria da rodoviária, por uma passageira, embrulhado em fraldas e dormindo. Ele foi conduzido a um abrigo municipal e teve a adoção autorizada pela justiça em janeiro.

28/12/2011 - Um recém-nascido foi encontrado pelo ambulante Valdir Fernandes por volta das 5 horas, quando o trabalhador se dirigia ao banheiro nos fundos de sua casa, localizada na ocupação Olho D'Água, periferia de Castanhal, Valdir ouviu o choro de um bebê e, com a ajuda da lanterna do celular, encontrou o recém-nascido no fundo de um igarapé seco, nú e ainda pelo cordão umbilical enrolado pelo corpo. O bebê permanecia internado em um hospital até ontem.

15/03/2011 - Recém-nascido é encontrado em um terreno baldio, em área de ocupação do bairro 40 horas, em Ananindeua. O bebê, que pesava 2,2kg e estaca dentro de um saco plástico ainda com o cordão umbilical e a placenta presa ao corpo, foi recolhido por um policial  militar e conduzido a um hospital. A mãe, a doméstica Sueli Nascimento, foi indiciada por abandono de incapaz e tentativa de homicídio. Ela alega que o filho é fruto de um estupro.

Fonte: Oliberal

 

Por favor, aguarde enquanto preparamos sugestões de leitura para você...

Blogs com notícias similares:

Atualizado 1 minuto atrás.

Por Vilamar em Opinião e Notícias desde 27/01/2013

http://realidadevirtual.dihitt.com EM CIMA DA NOTÍCIA

UM SITE QUE MOSTRA A REALIDADE DA NOTÍCIA SEMPRE COM O INTERESSE DE AJUDAR AO CIDADÃO E COMBATER A CRIMINALIDADE

Ranking 1409º

Atualizado 31 minutos atrás.

Por Portal em Notícias locais desde 09/12/2012

http://portalcamaqua.dihitt.com Portal de Camaquã / RS

O Portal de Camaquã é um canal de notícias da Região Costa Doce, que inclui as seguintes cidades: Amaral Ferrador, Arambaré, Arroio dos Ratos, Barra do Ribeiro, Butiá, Cerro Grande do Sul, Charqueadas, Chuí, Chuvisca, Camaquã, Cristal, Dom Feliciano, Eldorado do Sul, Guaíba, Mariana Pimentel, Pelotas, Rio Grande, Santa Vitória Palmar, Santa Cruz do Sul, São Jerônimo, São Lourenço do Sul, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tapes.

Ranking 1575º

Por Dihitt em Diversos desde

http://194.dihitt.com Alagoas 24 horas

Sua opinião:
comentou em 27/03/2011 10:55
É como diz uma antiga moda de viola da Dupla Tião Carreiro e Pardinho:
A COISA TÁ FEIA!!!